segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Sobre a Traição da Nova Classe Média, a Onda Verde e o Conservadorismo de Levaram a Eleição para o 2º Turno

Foto: Paulo Pinto/AE e Rodrigo Coca/AE
Para expor minha análise sobre o 2º Turno, antes de tudo cabe ressaltar que não sou Petista, nem quando o Lulismo era uma tsunami, por isso minha análise não está direcionada. 


Como bem levantou Luiz Carlos Azenha, a nova classe média, aqueles que ascenderam nos últimos 8 anos, foram um dos principais agentes que influenciaram a derrota de Dilma no 1º Turno, apesar de essa quase certeza não ter sido sólida em nenhum momento da pesquisa.  


"Ou seja, uma ascensão social que promove um eleitorado conservador, cuja lealdade não reflete compromisso político com um projeto e muito suscetível às questões morais — o boato de que o vice de Dilma é satanista, por exemplo." 


A falta de politização e polarização defendida pelo PT também é outro fator. Quando o PT escolhe por um discurso completamente livre de aspectos ideológicos ele se aproxima do fisiologismo da Social Democracia e fica vulnerável aos ataques do moralismo impetrados pelas alas mais conservadoras da sociedade. Se deixasse claro desde o início suas posições ideológicas, talvez o estrago fosse menor.  A descrença em Marina, fez também com que a campanha de Dilma, se esquecesse de explorar contradições em seu discurso de eco-esquerda'. Serra não aproveitou suficientemente esse erro estratégico e não conseguiu promover grande alteração em relação aos números apontados pelas ultimas pesquisas. Essa polarização também fez que os mais jovens optassem por uma terceira via, por algo novo e com o discurso da moda, meio ambiente.  


Agora a mídia, em polvorosa, fica tentando discursar sobre para quem irão os 20 milhões de votos de Marina e os outros tantos milhões de nulos, brancos e abstenções.  Para a Globo não há como saber a menos que Marina suba no palanque com um dos dois, pois os eleitores da onda verde não possuem cabresto, são eleitores cabeça, segundo Alexandre Garcia. 


Bom se formos considerar as alianças no Rio de Janeiro, Marina apoiaria Serra, mas convenhamos...


Mesmo tendo um mega empresário como seu ex-futuro-vice não dá para imaginar ver Marina e Serra lado a lado e de mãos dadas com o 'Nosferatu'.


Mesmo tendo (conforme levantou Paulo Henrique Amorim)  ela encarnado "a 'religiosidade', a evangélica pura, imaculada... que não acredita em Darwin" não acredito que faça campanha para o Serra. 


Mesmo tendo um discurso de humanização do capital eu não acredito... mas tudo pode rolar. 



Os 'saudoistas' de FHC que votaram em Marina por não gostarem de Serra podem até ir automaticamente para o PSDB, contudo os demais poderão ser ganhos por Dilma.   



Para isso se confirmar, Dilma para o 2º Turno terá de trabalhar com afinco sobre a questão religiosa. Terá de contra atacar os emails em que seu vice é chamado de satanista (ele já é do PMDB, não é possível que seja pior do que isso), contra atacar o material reacionário da campanha de Garotinho em que é sugere que o PT é a favor de união união gay, que quer acabar com a propriedade privada (que querem tomar a sua casa), e no qual se posiciona contra o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH) sob o argumento de retorno a censura. Sobre o último cabe ressaltar que as emissoras de TV trabalham sob concessão pública, ou seja, elas tem de desempanhar um papel cidadão, caso contratrio estariam contrariando aquilo para o qual foram destinadas. é a regulação deste papel que o Programa propoe. Contudo o medo dos magnatas da imprenssa deste pais morrem de medo de terem seus impérios sob risco.  


Dilma terá também de explicar sua posição sobre aborto e o PT terá de atacar, de verdade, o PSDB. Mesmo que sua política cada vez mais se pareça com a tucana existem posições antagônicas que podem ser levadas a discussão, principalmente privatização e educação pública onde apesar de não concordar com o PT em relação ao Prouni, ninguém quer novamente o que FHC fez com o ensino publico, principalmente universitário deste pais.  


Creio sobretudo que apesar das diferenças entre PT e PSDB estarem cada vez mais curtas, que não temos espaço para um retorno de um projeto político conservador e entreguista pintado por uma falsa social-democracia levantada pelos tucanos.


As urnas demonstraram que não estamos prontos para uma mudança de verdade (os partidos de esquerda verdadeira tiveram menos de 1% dos votos)  mas também não podemos tomar o caminho da involução. 


Cabe registrar como pontos positivos que algumas figurinhas cairam em seus estados. 


No Amazonas, Arthur Virgilio foi derrotado. 




No Ceará, Pimentel derrotou o Tasso “tenho jatinho porque posso” Jereissati na segunda vaga para o Senado. 





Em Pernambuco Marco Maciel (12%) e Raul Jungmann (8%) foram derrotados.

No Piauí, Mão Santa e Heráclito (Paulo Henrique Amorim agradece)




No Rio, César Maia, que ofereceu o Índio ao Serra e pretendia ocupar a extrema direita no Senado, perdeu.

E no Rio Grande do Sul foi Rigotto que caiu. 




5 comentários:

  1. Você é um crítico muito bom, só não sei se ignorar as derrotas de Heloísa Helena em Alagoas e a da Luciana Genro no Rio Grande do Sul são o que realmente merece o pseudo-socialista PSOL ou estas derrotas de um PT-cultural também devem ser contabilizadas como um avanço.
    Para completar sua grande análise, lembremos que na falta do papel para se escrever e votar no famoso "macaco tião", na urna eletrônica conseguimos encontar o "palhaço tiririca" e outros psudos-artistas...

    Respeitável Público!!! "Viva a democracia!!!"?????

    E quando o povo deixará de ser apenas público?

    Abraços, grande Mahet!

    ResponderExcluir
  2. Allan, q bom q voltou a escrever neste blog em momento bem oportuno. Adoro seus brilhantes post's!

    Marcelo, quanto tempo! Q bom q vc tb apareceu pelo menos por aqui! Saudades...

    Agora, deixando o momento tiete de lado...rsrsrs.
    Nao consigo mesmo pensar em Marina e Serra lado a lado. Isso é para mim inimaginável. Porém, tb era inimaginável ver Garotinho renascer das cinzas e Tiririca ser eleito, estando eles entre os mais bem votados!
    Quanto a posiçao de Dilma as questoes relacionadas ao aborto, eu acho que ela ja explicou mais do q deveria sobre, do seu ponto de vista pessoal e da perspectiva quanto a questao de saúde publica. Nao vejo ambiguidade nisso e sim muita clareza, já que compatilho bem deste pensamento.

    Um abraço a todos e até breve!

    ResponderExcluir
  3. O problema é se utilizam do pensamento dela para jogá-la contra, principalmente, os evangélicos. Ela vai ter se se virar para que sua posição não soar mal a esses ouvidos. Infelizmente estamos nas mãos dos grupos conservadores.

    ResponderExcluir
  4. Grande camarada, a Dilma realmente não venceu no primeiro turno devido a calmaria do PT diante de um ataque fascista de e-mails até fundamentalistas, recebi uns 3 e iniciei alguns debates por isso, muito sujo mesmo, mas não asianta, nem Dilma, nem Serra e nem Marina...
    A MArina, ao contrário de nosso imaginária está disposta a dar as mãos ao Serra, basta o PV sinalizar, mas também a acho mais identificada com a Dilma, porém... é o jogo que conhecemos, né?
    Giselle, beijos para vc tb!

    Camarada, me inspirando (como sempre) em vc, estou tentando montar um blog em que pretendo postar uma vez por semana, pelo menos... vê o que acha, ainda me acho péssimo nisso...

    http://papodomoncao.blogspot.com/

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. O PV é um partido bem escroto, por formação é escroto e tb por prática.
    Vc sabia que antes das eleições o Delegado Protogenes, ainda procurava partido, foi sondar o PV para obter uma legenda e recebeu a seguinte proposição:
    - Seria o Vice na Chapa da Marina pra bater no Lula. Assim fazendo este triste papel livraria o PSDB de criticas e retaliações? É lógico que não aceitou essa escrotidão e foi para no atual partido no qual se elegeu (sem ajuda do Tiririca).
    Gostava mais do PT antes da fase do "paz e amor". Se fosse antes, partiria pra cima do Serra e incluiria a verdadeira política na disputa. Mostraria as verdades do Zé Chirico em rede nacional.
    Deveria ser proativo nas respostas as difamações que circularam pela Internet, assim como fez Obama nos EUA.
    Colocaria tb uma tropa de advogados pra processar toda essa cambada de traíras e mentirosos.
    Acredito por fim que os votos dados a Marina (traíra)- garota propaganda da Natura não migrarão automaticamente pra nenhum dos dois candidatos, porem o PT tem que rebater toda a mentira circulante, a respeito do Aborto, ajuda de Cristo etc.

    Sds
    Wagner Homem

    ResponderExcluir